Bem-Vindo ao Site do ao Instituto de Análise Bioenergética de São Paulo
  Quem Somos
  Programas de Formação
    Formação
  Clinica
    Facilitador
  de Grupos
  Clínica Social
  Biblioteca
  Grupos de
Movimento
  Galeria de
Fotos
  Contato
  Links
  Localização
  Home


Lista de
Terapeutas/Analistas Bioenergéticos IABSP
  Segunda a Sexta Feira  
10:00 às 12:00  
14:00 às 18:00  
20:00 às 21:00
A Vibração no Contemporâneo - O Conceito educacional em Bioenergética
Autora:Liane Zink 
E-mail: iabsp@uol.com.br
O Conceito educacional em Bioenergética 
 
"Ser completamente vivo é ser vibrante. O corpo vibrante pulsa com vida num fluir rítmico de bioenergia. Ele forma a base da experiência do self, o modo pelo qual nos conectamos em nossos níveis de saúde e doença. Num sentido mais amplo, esses ritmos também definem as culturas de nossas sociedades com suas polaridades de harmonia e discórdia."  
 
David Finley
 
 
Nosso problema, hoje, é que não estamos familiarizados com a literatura do espírito. Estamos interessados nas notícias do dia e nos problemas do momento. Perdemos contato com a história, ela não está mais na nossa mente, e com isto perdemos a perspectiva do que está acontecendo. 
É difícil, nos tempos de hoje, dedicarmos atenção à vida interior. Platão, Confúcio, Buda, Goethe nos falaram de valores eternos, como o centro de nossa vida. Um dia, quando envelhecermos e todas as nossas necessidades imediatas forem atendidas, nós nos voltaremos para o interior e aí, se não soubermos onde está ou o que é este centro, iremos sofrer. 
 
Somos racionais, irracionais, espirituais e emocionais. Fazemos parte de uma humanidade que cresce entre realizações, desejos, alegrias, sofrimentos e dores. Somos educadores que participamos deste momento histórico, somos cidadãos planetários, todos os acontecimentos influenciam nosso cotidiano, sejam eles conquistas extraordinárias, nas mais diversas áreas, que beneficiam as pessoas, sejam tragédias inimagináveis, como o 11 de setembro, ou o seqüestro em massa praticado por terroristas num teatro em Moscou, em outubro de 2002, ou ainda um crime monstruoso ocorrido há poucas semanas, em que uma jovem bonita e rica, seu namorado e o irmão dele assassinaram os pais da jovem para se apossarem da herança. 
 
"O homem moderno na cultura ocidental perdeu sua alma." 
 
Yung
 
 
Ao encontrar a tese de Elydio dos Santos Neto em "Educação e Complexidade", da Editora Salesiana, fiquei motivada para falar sobre Educação. Talvez uma volta às origens de minha formação. Como é difícil falar de Educação, principalmente dentro de um Curso de Formação em Análise Bioenergética. É parte essencial de nossa responsabilidade ajudar o aluno a se tornar terapeuta, ou seja, um profissional de ajuda. A crença de nosso Instituto é a de que ser terapeuta não é um dom aprendido somente por médicos e psicólogos, mas sim que é possível educar profissionais de outras áreas que descobrem o ser Terapeuta Interno. A condição de Healing, ou seja, de curar, de ajudar. Neste mundo tão complexo, onde tecidos se encontram com vários fios, sair do reducionismo acadêmico, tão em moda no século passado, e poder ampliar a visão e entender que o homem pós-moderno é tão complexo que só uma teoria não consegue dar conta deste entendimento do ser humano. 
 
Pensar o Educador 
 
O que é ser gente, de que forma se desenvolve esta construção? Quais são as necessidades de nosso tempo? 
 
Na verdade todos querem viver melhor, e nós educadores precisamos efetuar uma ação educativa para fazermos entender que podemos viver melhor nos momentos de crise e sofrimento. 
 
"O nosso tempo pede que sejamos educadores de coração humano muito grande. De coração humano e complexo muito grande. Isto exige capacidade de aventura, capacidade de morrer e renascer!", como fala Edgar Morin. 
 
"Educação é uma pratica, um modo de construir existência humana, individual e socialmente, a partir de cada realidade concreta."  
 
Elydio dos Santos Neto.
 
 
Introdução ao Pensamento Complexo 
 
- Eu sou razão, espírito, corpo e emoção 
 
- Tudo isso que eu sou se interpenetra.  
 
A Teoria da Complexidade que se aplica na atualidade. 
 
"Complexidade (complexus) representa o que é tecido em conjunto de constituintes heterogêneos inseparavelmente associados, coloca o paradoxo do uno e do múltiplo." 
 
Edgar Morin
 
 
Complexidade é efetivamente o tecido de acontecimentos, ações, interações, retroações, determinações e acasos que constituem nosso mundo racional, lúdico, etc. 
 
Qualidades são fios e fios que vão sendo tecidos, todos estes fios agem, interagem e interpenetram-se e dão a sensação de confusão e caos, a ciência nos tira do caos. Somos seres humanos complexos tecidos de muito diferentes fios. 
 
Edgar Morin diz que precisamos educar para a incerteza. Quando ele diz isso, não está afirmando que não existem certezas. Certezas existem, só que em meio a essa grande complexidade que constantemente desafia e desmonta os nossos modelos explicativos. 
 
No livro "Os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro", ele fala que para ensinar à condição humana, individual e coletiva precisamos ter consciência da complexidade humana. Somos ao mesmo tempo sábios e loucos, trabalhadores e lúdicos, empíricos e imaginários, econômicos e consumistas, prosaicos e poéticos. Somos educadores que usamos três formas de ensinar: 
 
Informação -------------- Os dados simples que passamos aos alunos 
 
Conhecimento ----------- Como a informação foi construída 
 
Sapiência --------------- Vinculada à existência - a si mesma  
 
Qual a proposta educacional da Bioenergética? 
 
Não perca a cabeça é uma das injunções básicas de nossa sociedade. A rendição do ego requer que músculos da nuca estejam flexíveis, especialmente aqueles que ligam a cabeça ao pescoço, mas se não abrirmos mão do controle do ego, como poderemos nos entregar ao corpo e a vida? Como poderemos nos apaixonar ou adormecer?  
 
Alexander Lowen "Alegria" 
 
Existe um conceito na Bioenergética que enfatiza a importância de alguém descobrir seu centro: a Vibração. 
 
Vibração é entrar em acordo com a grande sinfonia que é o mundo, para colocar a harmonia do nosso corpo em acordo com essa harmonia. 
 
A Bioenergética se propõe, com a abertura do seu centro emocional, a descoberta do verdadeiro Self, o Si Mesmo, e que é o lugar da Vibração. 
 
Vibração, para Lowen, significa entrega à vida. Sabemos que para esta entrega acontecer precisamos passar pelas defesas de caráter. Pretendo neste momento falar sobre os caracteres inseridos no mundo moderno. Como seria a leitura dessa complexidade de defesas neste momento? Como funcionam os caracteres? O que queremos como ser humano? Qual é a nossa Busca, qual a abertura à vibração, à Felicidade? 
 
Primeiramente vamos deixar de pensar em títulos ou rótulos. Vamos pensar em fios que se entrelaçam em todos os tecidos da vida: o Nascimento, a Família, a Cultura, o Cosmos e a Aldeia Global. 
 
A pulsação é que cada célula, cada tecido e o corpo todo pulsam, o que significa que se expandem e se contraem ritmicamente. Quando esta pulsação rítmica é livre, sentimos prazer, sentimos alegria e vivenciamos o êxtase. 
 
O oposto são as estruturas caracterológicas de defesas que o sujeito formou a partir de sua necessidade de sobreviver na relação com o mundo exterior. Primeiramente com a matriz materna e depois com a função do pai, da escola, da sociedade e da comunidade. Estas defesas perderam o contato com valores internos como dignidade, beleza e graça. 
 
Se vamos falar das defesas instaladas na pessoa na fase do Desenvolvimento Oral, é preciso dizer que sabemos que em nossos dias a Oralidade é tão estimulada através da propaganda, que comemos com os olhos, sofremos de Anorexia e abandono, pois "comer faz mal à saúde ou nos engorda" a dupla mensagem cultural que nos enlouquece. Ser Esquizóide é ser cada vez mais integrado, pois se passar horas no computador, conversando ou fazendo sexo, é aceito pelo social, não precisamos tocar ou esconder a angústia de criar vínculos. Não precisamos olhar olho no olho.  
 
O Esquizóide - que necessita esconder os afetos, retira-se do mundo do contato com o medo de morrer psicologicamente. 
 
O Oral - que é esfomeado por afeto e usa a sociedade de consumo como ilusão de aplacar esta fome. 
 
Passaremos desta fase à fase da Analidade. 
 
Tudo gira em torno do produto:  
 
- Meu produto é qualificado, é seu poderoso manipulador, estou In. 
 
- Meu produto é desqualificado e preciso retê-lo dentro de mim, mas também vai ser aceito, porque me tornarei passivo, adequado e bom para trabalhar nas grandes empresas. 
 
O Psicopata - que busca prazer no poder acima de qualquer ética ou moral. Não posso viver frustração. 
 
O Masoquista - que é rancorosamente produtivo e suporta todas as emoções internalizadas até não agüentar e explodi-las. 
 
Mudamos de Fase: deu-se à luz, somos sexualizados, o mundo era pacifico, até agora, pois não sabíamos a diferença dos sexos. 
 
Prazer, prazer - contato, troca. Virou prazer na imagem. A sexualidade virou masturbatória, é tão mais fácil. Contato - causa. Tudo é sexualidade, tudo é energia que descarrega, banalizou-se o que Reich dizia da descarga, do encontro, do corpo fluido: 
 
- Posso descarregar em qualquer situação; consumo, trabalho, drogas, bebidas. Fico cada vez mais só, isolada mas, adaptada. 
 
O Fálico Narcisista - que vive completamente integrado à nossa sociedade sentindo-se tão exitoso que fica cego pelo contato consigo mesmo. 
 
A Histérica que transforma sua sexualidade em poder, performa-se e fica distante do seu coração. Vive na intimidade com o Prosac para não entrar em contato com sua depressão. 
 
Ultimamente não penso mais no Conceito de Integração. Integrar no corpo aspectos positivos do caráter, negativas, qualidades etc... Penso na funcionalidade, como este corpo se defende e funciona no aqui e agora, como resultado de sua construção com a matriz materna ou com a matriz paterna. Este pensamento está conectado com a teoria da complexidade dos tecidos. 
 
Penso que Dr. Lowen, ao colocar a funcionalidade de cada caráter, tentou ensinar a todos nós que precisamos aprender a transformar a intimidade e a complexidade de nossos tempos. Precisamos passar por todas as emoções que aliviam como raiva, choro, medo e amor, para entendermos que vibração é a alegria da entrega ao corpo e a vida. 
 
Para finalizar quero falar da vibração na Análise Bioenergética que construiu minha identidade profissional, Vibração na Clinica Social de nosso Instituto que construiu a identidade de nossa Formação. Vibração nos projetos futuros como Bioenergética Organizacional e outros projetos que irão agregar-se a nós. Vibração com minha Diretoria que acreditou na construção de nosso Instituto e para terminar Vibração com os alunos que estão conosco, os CBT'S que acabaram de se formar. 
 
Vamos construir nosso futuro com um tecido deste Instituto que é feito de fios muito complexos e que cada fio se liga a outros fios de outros institutos no Brasil, na Europa e nos EUA. 
 
Bibliografia: 
 
- Campbell, Josef - O Poder do Mito, Ed. Palas Athena. 
- Hall, Eduard - A Dimensão Oculta, Ed. Francisco Alves. 
- Lowen, Alexander - Alegria - Entrega ao corpo e à vida, Ed. Sumus. 
- Lowen, Alexander - O Corpo em Terapia, Ed. Sumus. 
- Lowen, Alexander - Sexo, Corpo e seu Coração, Ed. Sumus. 
- Neto, Elydio dos Santos - Educação e Complexidade, Ed.Salesiana. 
 
 
Liane Zink 
psicoterapeuta corporal em Análise Bioenergética e uma das pioneiras na introdução da psicoterapia corporal no Brasil. É também trainer internacional e diretora do Instituto de Análise Bioenergética de São Paulo e do Instituto de Biossíntese do Brasil. Liane co-preside a Associação de Países Não-europeus de Biossíntese (OABS–Overseas Association for Biosynthesis) e trabalha regularmente com grupos de formação em diversas cidades brasileiras, e em países como Alemanha, Portugal, República Tcheca, Japão e Israel.
Rua Aspicuelta, 592 - São Paulo - SP - Tel/fax: (0xx11) 3032.3445 - 3815.4855
www.bioenergetica.com.br - e-mail: iabsp@bioenergetica.com.br
christian louboutin outlet juicy couture outlet louis vuitton handbags outlet Christian Louboutin Outlet juicy couture outlet Christian Louboutin Sale christian louboutin shoes juicy couture Handbags replica louis vuitton juicy couture Handbags Christian Louboutin sale juicy couture Sale louis vuitton Replica louis vuitton handbags outlet louis vuitton outlet christian louboutin Sale juicy couture outlet louis vuitton outlet
A Vibração no Contemporâneo - O Conceito educacional em Bioenergética
Autora:Liane Zink 
E-mail: iabsp@uol.com.br
O Conceito educacional em Bioenergética 
 
“Ser completamente vivo é ser vibrante. O corpo vibrante pulsa com vida num fluir rítmico de bioenergia. Ele forma a base da experiência do self, o modo pelo qual nos conectamos em nossos níveis de saúde e doença. Num sentido mais amplo, esses ritmos também definem as culturas de nossas sociedades com suas polaridades de harmonia e discórdia.”  
 
David Finley
 
 
Nosso problema, hoje, é que não estamos familiarizados com a literatura do espírito. Estamos interessados nas notícias do dia e nos problemas do momento. Perdemos contato com a história, ela não está mais na nossa mente, e com isto perdemos a perspectiva do que está acontecendo. 
É difícil, nos tempos de hoje, dedicarmos atenção à vida interior. Platão, Confúcio, Buda, Goethe nos falaram de valores eternos, como o centro de nossa vida. Um dia, quando envelhecermos e todas as nossas necessidades imediatas forem atendidas, nós nos voltaremos para o interior e aí, se não soubermos onde está ou o que é este centro, iremos sofrer. 
 
Somos racionais, irracionais, espirituais e emocionais. Fazemos parte de uma humanidade que cresce entre realizações, desejos, alegrias, sofrimentos e dores. Somos educadores que participamos deste momento histórico, somos cidadãos planetários, todos os acontecimentos influenciam nosso cotidiano, sejam eles conquistas extraordinárias, nas mais diversas áreas, que beneficiam as pessoas, sejam tragédias inimagináveis, como o 11 de setembro, ou o seqüestro em massa praticado por terroristas num teatro em Moscou, em outubro de 2002, ou ainda um crime monstruoso ocorrido há poucas semanas, em que uma jovem bonita e rica, seu namorado e o irmão dele assassinaram os pais da jovem para se apossarem da herança. 
 
“O homem moderno na cultura ocidental perdeu sua alma.” 
 
Yung
 
 
Ao encontrar a tese de Elydio dos Santos Neto em “Educação e Complexidade”, da Editora Salesiana, fiquei motivada para falar sobre Educação. Talvez uma volta às origens de minha formação. Como é difícil falar de Educação, principalmente dentro de um Curso de Formação em Análise Bioenergética. É parte essencial de nossa responsabilidade ajudar o aluno a se tornar terapeuta, ou seja, um profissional de ajuda. A crença de nosso Instituto é a de que ser terapeuta não é um dom aprendido somente por médicos e psicólogos, mas sim que é possível educar profissionais de outras áreas que descobrem o ser Terapeuta Interno. A condição de Healing, ou seja, de curar, de ajudar. Neste mundo tão complexo, onde tecidos se encontram com vários fios, sair do reducionismo acadêmico, tão em moda no século passado, e poder ampliar a visão e entender que o homem pós-moderno é tão complexo que só uma teoria não consegue dar conta deste entendimento do ser humano. 
 
Pensar o Educador 
 
O que é ser gente, de que forma se desenvolve esta construção? Quais são as necessidades de nosso tempo? 
 
Na verdade todos querem viver melhor, e nós educadores precisamos efetuar uma ação educativa para fazermos entender que podemos viver melhor nos momentos de crise e sofrimento. 
 
“O nosso tempo pede que sejamos educadores de coração humano muito grande. De coração humano e complexo muito grande. Isto exige capacidade de aventura, capacidade de morrer e renascer!”, como fala Edgar Morin. 
 
“Educação é uma pratica, um modo de construir existência humana, individual e socialmente, a partir de cada realidade concreta.”  
 
Elydio dos Santos Neto.
 
 
Introdução ao Pensamento Complexo 
 
- Eu sou razão, espírito, corpo e emoção 
 
- Tudo isso que eu sou se interpenetra.  
 
A Teoria da Complexidade que se aplica na atualidade. 
 
“Complexidade (complexus) representa o que é tecido em conjunto de constituintes heterogêneos inseparavelmente associados, coloca o paradoxo do uno e do múltiplo.” 
 
Edgar Morin
 
 
Complexidade é efetivamente o tecido de acontecimentos, ações, interações, retroações, determinações e acasos que constituem nosso mundo racional, lúdico, etc. 
 
Qualidades são fios e fios que vão sendo tecidos, todos estes fios agem, interagem e interpenetram-se e dão a sensação de confusão e caos, a ciência nos tira do caos. Somos seres humanos complexos tecidos de muito diferentes fios. 
 
Edgar Morin diz que precisamos educar para a incerteza. Quando ele diz isso, não está afirmando que não existem certezas. Certezas existem, só que em meio a essa grande complexidade que constantemente desafia e desmonta os nossos modelos explicativos. 
 
No livro “Os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro”, ele fala que para ensinar à condição humana, individual e coletiva precisamos ter consciência da complexidade humana. Somos ao mesmo tempo sábios e loucos, trabalhadores e lúdicos, empíricos e imaginários, econômicos e consumistas, prosaicos e poéticos. Somos educadores que usamos três formas de ensinar: 
 
Informação -------------- Os dados simples que passamos aos alunos 
 
Conhecimento ----------- Como a informação foi construída 
 
Sapiência --------------- Vinculada à existência – a si mesma  
 
Qual a proposta educacional da Bioenergética? 
 
Não perca a cabeça é uma das injunções básicas de nossa sociedade. A rendição do ego requer que músculos da nuca estejam flexíveis, especialmente aqueles que ligam a cabeça ao pescoço, mas se não abrirmos mão do controle do ego, como poderemos nos entregar ao corpo e a vida? Como poderemos nos apaixonar ou adormecer?  
 
Alexander Lowen “Alegria” 
 
Existe um conceito na Bioenergética que enfatiza a importância de alguém descobrir seu centro: a Vibração. 
 
Vibração é entrar em acordo com a grande sinfonia que é o mundo, para colocar a harmonia do nosso corpo em acordo com essa harmonia. 
 
A Bioenergética se propõe, com a abertura do seu centro emocional, a descoberta do verdadeiro Self, o Si Mesmo, e que é o lugar da Vibração. 
 
Vibração, para Lowen, significa entrega à vida. Sabemos que para esta entrega acontecer precisamos passar pelas defesas de caráter. Pretendo neste momento falar sobre os caracteres inseridos no mundo moderno. Como seria a leitura dessa complexidade de defesas neste momento? Como funcionam os caracteres? O que queremos como ser humano? Qual é a nossa Busca, qual a abertura à vibração, à Felicidade? 
 
Primeiramente vamos deixar de pensar em títulos ou rótulos. Vamos pensar em fios que se entrelaçam em todos os tecidos da vida: o Nascimento, a Família, a Cultura, o Cosmos e a Aldeia Global. 
 
A pulsação é que cada célula, cada tecido e o corpo todo pulsam, o que significa que se expandem e se contraem ritmicamente. Quando esta pulsação rítmica é livre, sentimos prazer, sentimos alegria e vivenciamos o êxtase. 
 
O oposto são as estruturas caracterológicas de defesas que o sujeito formou a partir de sua necessidade de sobreviver na relação com o mundo exterior. Primeiramente com a matriz materna e depois com a função do pai, da escola, da sociedade e da comunidade. Estas defesas perderam o contato com valores internos como dignidade, beleza e graça. 
 
Se vamos falar das defesas instaladas na pessoa na fase do Desenvolvimento Oral, é preciso dizer que sabemos que em nossos dias a Oralidade é tão estimulada através da propaganda, que comemos com os olhos, sofremos de Anorexia e abandono, pois “comer faz mal à saúde ou nos engorda” a dupla mensagem cultural que nos enlouquece. Ser Esquizóide é ser cada vez mais integrado, pois se passar horas no computador, conversando ou fazendo sexo, é aceito pelo social, não precisamos tocar ou esconder a angústia de criar vínculos. Não precisamos olhar olho no olho.  
 
O Esquizóide – que necessita esconder os afetos, retira-se do mundo do contato com o medo de morrer psicologicamente. 
 
O Oral – que é esfomeado por afeto e usa a sociedade de consumo como ilusão de aplacar esta fome. 
 
Passaremos desta fase à fase da Analidade. 
 
Tudo gira em torno do produto:  
 
- Meu produto é qualificado, é seu poderoso manipulador, estou In. 
 
- Meu produto é desqualificado e preciso retê-lo dentro de mim, mas também vai ser aceito, porque me tornarei passivo, adequado e bom para trabalhar nas grandes empresas. 
 
O Psicopata – que busca prazer no poder acima de qualquer ética ou moral. Não posso viver frustração. 
 
O Masoquista – que é rancorosamente produtivo e suporta todas as emoções internalizadas até não agüentar e explodi-las. 
 
Mudamos de Fase: deu-se à luz, somos sexualizados, o mundo era pacifico, até agora, pois não sabíamos a diferença dos sexos. 
 
Prazer, prazer – contato, troca. Virou prazer na imagem. A sexualidade virou masturbatória, é tão mais fácil. Contato – causa. Tudo é sexualidade, tudo é energia que descarrega, banalizou-se o que Reich dizia da descarga, do encontro, do corpo fluido: 
 
- Posso descarregar em qualquer situação; consumo, trabalho, drogas, bebidas. Fico cada vez mais só, isolada mas, adaptada. 
 
O Fálico Narcisista – que vive completamente integrado à nossa sociedade sentindo-se tão exitoso que fica cego pelo contato consigo mesmo. 
 
A Histérica que transforma sua sexualidade em poder, performa-se e fica distante do seu coração. Vive na intimidade com o Prosac para não entrar em contato com sua depressão. 
 
Ultimamente não penso mais no Conceito de Integração. Integrar no corpo aspectos positivos do caráter, negativas, qualidades etc... Penso na funcionalidade, como este corpo se defende e funciona no aqui e agora, como resultado de sua construção com a matriz materna ou com a matriz paterna. Este pensamento está conectado com a teoria da complexidade dos tecidos. 
 
Penso que Dr. Lowen, ao colocar a funcionalidade de cada caráter, tentou ensinar a todos nós que precisamos aprender a transformar a intimidade e a complexidade de nossos tempos. Precisamos passar por todas as emoções que aliviam como raiva, choro, medo e amor, para entendermos que vibração é a alegria da entrega ao corpo e a vida. 
 
Para finalizar quero falar da vibração na Análise Bioenergética que construiu minha identidade profissional, Vibração na Clinica Social de nosso Instituto que construiu a identidade de nossa Formação. Vibração nos projetos futuros como Bioenergética Organizacional e outros projetos que irão agregar-se a nós. Vibração com minha Diretoria que acreditou na construção de nosso Instituto e para terminar Vibração com os alunos que estão conosco, os CBT’S que acabaram de se formar. 
 
Vamos construir nosso futuro com um tecido deste Instituto que é feito de fios muito complexos e que cada fio se liga a outros fios de outros institutos no Brasil, na Europa e nos EUA. 
 
Bibliografia: 
 
- Campbell, Josef – O Poder do Mito, Ed. Palas Athena. 
- Hall, Eduard – A Dimensão Oculta, Ed. Francisco Alves. 
- Lowen, Alexander – Alegria – Entrega ao corpo e à vida, Ed. Sumus. 
- Lowen, Alexander – O Corpo em Terapia, Ed. Sumus. 
- Lowen, Alexander – Sexo, Corpo e seu Coração, Ed. Sumus. 
- Neto, Elydio dos Santos – Educação e Complexidade, Ed.Salesiana. 
 
 
Liane Zink 
psicoterapeuta corporal em Análise Bioenergética e uma das pioneiras na introdução da psicoterapia corporal no Brasil. É também trainer internacional e diretora do Instituto de Análise Bioenergética de São Paulo e do Instituto de Biossíntese do Brasil. Liane co-preside a Associação de Países Não-europeus de Biossíntese (OABS–Overseas Association for Biosynthesis) e trabalha regularmente com grupos de formação em diversas cidades brasileiras, e em países como Alemanha, Portugal, República Tcheca, Japão e Israel.